Archive | August 2015

“EU ESTOU AQUI!” – Mestre Asceso Kuthumi

ENSINAMENTOS DOS MESTRES ASCENSOS DA GRANDE FRATERNIDADE BRANCA:

Fraternidade – “Apascenta as Minhas Ovelhas”

“EU ESTOU AQUI!”

?

?

QUERIDO E AMADO MESTRE ASCENSO KUTHUMI,

“Aos Meus Amigos Que Desposaram a Vida Espiritual – Há tanta coisa na vida que pareceis tomar como certa; e não somente vós, pois de certa maneira toda a humanidade em maior ou menor grau encontra-se neste estado de inconsciência, estando poucas pessoas totalmente libertas dele.

Com simplicidade quase infantil, pessoas que em outros assuntos são sensatas, parecem aceitar a criação visível de Deus sem considerar o magnífico desígnio por trás da forma e aparência física. Todos os que refletem sobre as verdades do cosmo visível e invisível chegam ao desejo consciente de estudar as obras das mãos de Deus com maior detalhe.

Alguns sentem-se naturalmente inclinados ao estudo da Luz e da Verdade deste a tenra infância, e muitos de vós que participais nestas aulas estais entre eles. Alguns de vós começastes seguindo orientações ortodoxas e compreendestes em certo ponto, como aconteceu com todos nós, quão fútil é permanecer amarado pelas raízes de cisma, por uma doutrina fechada ou por uma hierarquia eclesiástica sem inspiração.

Os vossos corações convenceram-se da unidade de toda Vida, e começastes a buscar a unidade por trás da diversidade do pensamento religioso. A busca da Verdade levou-vos bem longe do vosso ponto de origem e começastes a viagem que leva a uma maior compreensão das leis de Deus. Alguns de vós fostes atirados para aqui e para ali, e, não encontrando alívio ou paz na busca de metas materiais, voltastes-vos para a vida espiritual como a última esperança.

Quaisquer que tenham sido os vossos princípios ou a estrada acidentada que vos trouxe até aqui, não é isso o que realmente importa. O importante é que estais aqui em harmonia com os seres ascensos. Podeis declarar com o abençoado Saint Germain: “Eu estou aqui!”. Isto é da maior importância. Sim, porque ao fazê-lo reconheceis a unidade da Presença do EU SOU. E vosso desejo de servir expandindo a Luz e disseminando a mensagem do reino do Pai entre todos os povos torna-se claro.”

(…)

KUTHUMI

Mestre Ascenso Kuthumi

(Kuthumi Lal Singh)

São Francisco de Assis

Instrutor Mundial da Grande Fraternidade Branca

Fonte: Lição nº 1, págs. 5-6, do livro “Universidade do Espírito” Lições práticas para o autoconhecimento e aprendizado das leis cósmicas; Mark L. Prophet e Elizabeth Clare Prophet, São Paulo: Editora Summit Lighthouse do Brasil, 2001

NOTA: “Esta página divulga os Ensinamentos dos Mestres Ascensos da Grande Fraternidade Branca, recebidos pelos Mensageiros Mark L. Prophet e Elizabeth Clare Prophet.”

1013307_10201887020801779_779764979_n

São Francisco de Assis

“SENHOR LANTO E O CHAKRA DA COROA!”

ENSINAMENTOS DOS MESTRES ASCENSOS DA GRANDE FRATERNIDADE BRANCA:

LANTO

“SENHOR LANTO E O CHAKRA DA COROA!”

“Mestre de sábios e filósofos, o Senhor Lanto ensina-nos a senda da mestria através da iluminação, da definição e do domínio no chakra da coroa. Ele alcançou a sua mestria quando estudava sob a orientação do Senhor Himalaia, Manu da Quarta Raça Raiz, cujo retiro do Lótus Azul está oculto nas montanhas que levam o seu nome.

Optando pelo uso do raio amarelo para envolver os corações de toda a humanidade, Lanto dedicou-se ao aperfeiçoamento das evoluções deste planeta através da chama dourada da iluminação do Cristo Cósmico que ele trás, imbuído do seu “momentum” de vitória divina, em prol da juventude mundial.

Podemos acompanhar a sua evolução como sumo-sacerdote no templo da Mãe Divina, no continente perdido da Lemúria, que ocupava uma vasta área do Oceano Pacífico, bem como em encarnações subseqüentes na Atlântida. Depois do afundamento de “Mu”, nome por que era conhecida a Terra-Mãe do Pacífico, e do ulterior desaparecimento de Poscidônis nas águas do Atlântico, o último vestígio de Atla (Atlântida), que afundou em várias etapas, muitos adeptos e sacerdotes do fogo sagrado levaram as chamas que haviam conservado para outras partes da Terra – um ritual muito necessário, uma vez que as chamas focalizando certas da consciência de Deus em prol de um planeta e seu povo precisam ser mantidas por um corpo de iniciados muito evoluídos.

Lanto foi e é um Mestre do poder da precipitação – um processo alquímico de atrair luz e substância cósmica do Universal, fazendo-as coalescer numa forma física (numa matriz material predeterminada) através da ciência da Palavra falada. Assim, foi apropriadamente escolhido para levar a chama da precipitação – de cor verde chinês salpicado de dourado – para o Grand Teton, onde a Fraternidade havia estabelecido o magnífico foco físico conhecido como o Retiro do Royal Teton.

Lanto encarnou mais tarde como um governante na China e como um contemporâneo de Confúcio (551-479 a.C.). Depois da sua Ascensão, aceitou o cargo de Mestre Presidente do Conselho do Royal Teton e do próprio retiro, a fim de trazer ao mundo ocidental a chama da ciência, da tecnologia, da cultura da Mãe e do respeito pela Vida eu ele e Confúcio haviam patrocinado no Extremo Oriente.

Mestre do núcleo de fogo da excelência no coração do Raio da Sabedoria, e por conseqüência devoto por excelência dos lírios de fogo branco da Mãe Divina, Lanto continua a ser o Guru de gurus, não somente dos chineses, a quem ele deseja ajudar a erguer de novo a chama da iluminação, mas também de todas as almas que compartilham do seu amor pela senda dourada que conduz ao Sol dos Budas e bodhisattvas, sob a direção de Sanat Kumara.

Cientes do seu amor e mestria nas artes e na música, não nos surpreende ouvir dos seus próprios lábios a recordação da sua viagem de Hesperus para a Terra e da construção de Shamballa, nas quais ele estava presente! Sim, este mestre de coração venusiano, um dos primeiros guardiães da chama, participou dos primeiros esforços de Sanat Kumara para salvar a humanidade da sua descida às trevas.

O amado Lanto estava lá ao lado do SENHOR, com a sua engenhosidade do Segundo Raio, para persuadir um povo que inspirava piedade a retornar à adoração da Trindade e da Chama Trina da Vida, para que a vida inteligente, centrada em Cristo, pudesse começar de novo a sua evolução, na Terra, em direção a Deus.”

(…)

MESTRE ASCENSO LANTO

Chohan (Senhor) do Segundo Raio – AMARELO – domingo

Raio Amarelo – Iniciação do Chakra da Coroa

Fonte: págs. 132-133, do livro: “Senhores dos Sete Raios” – a vida dos Mestres da Grande Fraternidade Branca; Mark L. Prophet e Elizabeth Clare Prophet, tradução: Fanny Zygband, Miguel Teixeira – São Paulo, Editora Summit Lighthouse do Brasil, 2002

NOTA: “Esta página divulga os Ensinamentos dos Mestres Ascensos da Grande Fraternidade Branca, recebidos pelos Mensageiros Mark L. Prophet e Elizabeth Clare Prophet.”

11350699_1459959994319660_3013176294697792262_n

NOTA: “Esta página divulga os Ensinamentos dos Mestres Ascensos da Grande Fraternidade Branca, recebidos pelos Mensageiros Mark L. Prophet e Elizabeth Clare Prophet.”

“MAMÃE, QUERO LHE CONTAR UMA COISA!”

ENSINAMENTOS DE MÃE MARIA:

“MAMÃE, QUERO LHE CONTAR UMA COISA!”

*

*

QUERIDA E AMADA MÃE MARIA,

“Há tantos bebês em berços na Terra esta noite. Eu dou um beijo de boa-noite em cada um deles. Eles esperam minha vinda. Suspiram de leve durante o sono e sabem que eu estive ali.

Muitas vezes, para muitos deles, esse é o único ato de amor materno verdadeiro que recebem durante um dia inteiro, pois os pais deste mundo estão atarefados, cuidando de outras coisas. Não compreendem as necessidades dos pequeninos, nem o quanto eles esperam, ou o quanto anseiam ouvir os passos do pai ou da mãe, o quanto esperam pela vinda ao lar.

Quando estiverdes com vossos filhos, dedicai a eles toda a vossa atenção. Fazei com que saibam que são as pessoas mais importantes em vossa vida. Deixai-os perceber vossa preocupação e sentir vossa compreensão os seus sonhos, suas fadas, suas bonecas, suas esperanças para o futuro e suas perguntas.

E quando disserem: “Mamãe, quero lhe contar uma coisa”, não é a coisa que eles têm para contar que é importante. É o ato de contar, em si, pois esse ato de contar é a comunhão deles com o vosso coração.

AMADA MÃE MARIA

Nossa Senhora

Fonte: págs. 318-319, do livro “Mensagens de MARIA sobre o Amor divino” Livro II da Trilogia “Mensagens Douradas de Maria”, Mark L. Prophet e Elizabeth Clare Prophet, Rio de Janeiro, Nova Era, 2007 (Mensagens Douradas de Maria; v.2)

ENSINAMENTOS DE MÃE MARIA:

“VOSSO DESEJO POR INTEGRIDADE É INTEIRAMENTE SATISFEITO PELOS DECRETOS DINÂMICOS”

“Venho dizer-vos que já vi e ouvi vosso desejo e vosso anseio pela integridade, pela obtenção da paz em vossa vida, pela melhoria dos vossos entes queridos. Asseguro-vos que a fonte de cristal limpo de Água da Vida desce sobre vós no instante em que escolheis girar a torneira e abri-la por intermédio da afirmação da Palavra.

Os decretos dinâmicos dados pelos Mestres Ascensos para seus estudantes são eficazes quando os preencheis com o vosso amor e a vossa fé, quando os tornais a comunhão muito pessoal entre o vosso coração e o coração de Deus, compreendendo que eles são a ciência sagrada que está sendo concedida a vós nesta era para prevenir guerra nuclear, aniquilamento de almas, perda de vossa própria identidade ou qualquer outra calamidade, pessoal ou nacional.

O poder de cura de Deus está dentro de vós – em vosso Eu Verdadeiro, que é Deus. não deveis buscá-lo, então, na mera consciência humana, e deveis saber que o poder é a centelha divina em si.”

Mestra Ascensa Maria

NOSSA SENHORA

Fonte: pág. 290, do livro “Mensagens de MARIA para os momentos felizes” Livro III da Trilogia “Mensagens Douradas de Maria”, Mark L. Prophet e Elizabeth Clare Prophet, Rio de Janeiro, Nova Era, 2009 (Mensagens Douradas de Maria; v.3)

NOTA: “Esta página divulga os Ensinamentos dos Mestres Ascensos da Grande Fraternidade Branca, recebidos pelos Mensageiros Mark L. Prophet e Elizabeth Clare Prophet.”

MAE MARIA E CRIANCINHAS

“Se praticardes assiduamente a sintonização com a vossa Presença do Eu Sou e a discriminação por intermédio do vosso Cristo Pessoal, aumentareis a vossa sensibilidade interior para a vontade  de Deus bem como a vossa capacidade de distinguir o que é certo do que é errado para vós.”

Mestre Ascenso Jesus, o Cristo

Universidade do Espírito, pág. 94


“EU SOU o guardião do meu irmão”.

Este é o lema dos vencedores.

Tendo vencido, eles disseram:

“Somos responsáveis, por quem

ainda terá de vencer”.

Mestre Ascenso El Morya

“Ó Deus, como és maravilhoso!”

Mestre Ascenso Paulo, o Veneziano

11863281_512382418913116_4704025697018975184_n

The Summit Lighthouse / EUA

NOTA: “Esta página divulga os Ensinamentos dos Mestres Ascensos da Grande Fraternidade Branca, recebidos pelos Mensageiros Mark L. Prophet e Elizabeth Clare Prophet.”

“AS CHAVES PARA A CONSCIÊNCIA CÓSMICA PRECISAM CERCAR AS CRIANÇAS DESDE OS PRIMEIROS ANOS DE VIDA!”

ENSINAMENTOS DOS MESTRES ASCENSOS DA GRANDE FRATERNIDADE BRANCA:

“AS CHAVES PARA A CONSCIÊNCIA CÓSMICA PRECISAM CERCAR AS CRIANÇAS DESDE OS PRIMEIROS ANOS DE VIDA!”

PAULO VENEZIANO 2

QUERIDO E AMADO MESTRE ASCENSO PAULO VENEZIANO,

Vede, as chaves para a Consciência Cósmica precisam cercar a criança desde os primeiros anos de vida. O período de gestação até os sete anos propiciam as horas mais criativas de toda a encarnação da criança. É nesse período que os padrões da vida são estabelecidos.

Então, amados, embora conheçais essa lei eu a repito porque desejo trazer para o primeiro plano da vossa atenção o fato de que a civilização, na América e em todas as nações da Terra, está sendo destruída hoje e nesta era pela manipulação das formas de arte empreendida pelos caídos em suas posições de poder, em encarnação e fora dela. Digo que está sendo destruída e é exatamente isso o que está acontecendo!

A espiral descende das Trevas vem através de tudo que entra em contato com os olhos dos indivíduos encarnados. Olhai os outdoors. Olhai os jornais. Olhai as revistas. Olhai para os filmes e dizei com que freqüência encontrais ali uma forma pensamento pura e não pervertida vinda da oitava dos Mestres Ascensos. Geralmente, existe beleza retratada. Mas essa beleza na natureza, no homem ou na mulher é pervertida porque usada para vender sexo, morte, cigarros, licores e todas as formas de violação dos chakras.

Conforme as almas das pessoas clamam por beber na Beleza e a única beleza que vêem está associada à perversão, elas absorvem as duas. Existe o magnetismo da Beleza ao qual a alma é receptiva mas, em sua esteira, vem o gatilho da forma-pensamento da magia negra que, como sabeis, é o mau uso da ciência da imaginação, ou de projetar na tela da vida, através da visualização, uma manifestação desejada.

As pessoas fazem isso o tempo todo. Elas simplesmente vêem a si mesmas alcançando suas metas e, depois, realizando-as na prática. Este é o “olho mágico”, que reflete imagens da vontade ou intenção da alma.

O mau uso dessa ciência com a finalidade de controlar e manipular o gosto das pessoas, suas preferências e tomada de decisões por meio da propaganda ou de qualquer outro meio, torna-se, como podeis ver, uma violação do Olho Onividente de Deus, que mantém o conceito imaculado para toda a criação. A violação afeta todas as pessoas no nível do terceiro olho e do chakra da alma – assim como a má prática da ciência da imaginação envolve o mau uso desses chakras pelos seus praticantes.”

MESTRE ASCENSO PAULO VENEZIANO

Chohan (Senhor) do Terceiro Raio – ROSA – segunda-feira

Iniciação do Chakra do Coração

Fonte: pág. 237, do livro: “Senhores dos Sete Raios” – a vida dos Mestres da Grande Fraternidade Branca; Mark L. Prophet e Elizabeth Clare Prophet, Editora Summit Lighthouse do Brasil

NOTA: “Esta página divulga os Ensinamentos dos Mestres Ascensos da Grande Fraternidade Branca, recebidos pelos Mensageiros Mark L. Prophet e Elizabeth Clare Prophet.”

- maravilhosa FLORES ROSA

“O QUE É, ENTÃO, ORAR?” Querida e Amada Mãe Maria

ENSINAMENTOS DE MÃE MARIA:

*

*

“O QUE É, ENTÃO, ORAR?”

QUERIDA E AMADA MÃE MARIA,

“O que é, então, orar? Orar é caminhar com Deus, é o cálice da comunhão que é compartilhado. A oração é o amor de uns pelos outros, é realizar a obra de Deus no homem. A oração é um trabalho artesanal. A oração é ação. A oração é a flecha lançada do coração, deixando sua marca no serviço mundial. A oração é rezar o Pai-Nosso e a Ave-Maria.

Orar é amar a vida de forma livre. A oração é ver o bem em tudo o que existe. A oração é não se ofender nem ser ofendido por nenhuma parte da vida, e sim amar e continuar amando, amando e amando cada vez mais. A oração é a compreensão de que o fluxo do amor é o equilíbrio necessário a toda a vida. O amor é a união de Alfa e Ômega, e a oração é a liberação da energia dessa união.

Quando liberais essa energia através do vosso coração para todos, acalmais a criança assustada e tranqüilizais aqueles que estão possuídos e obcecados pelos caídos. Sois a presença curadora da vida. E assim continuais nessa caminhada cheia de percalços, que segue continuamente, até serdes chamados para casa, ao trono de Deus.

Orai sem cessar.”

AMADA MÃE MARIA

Nossa Senhora

Fonte: págs. 45-48, do livro “Mensagens de MARIA sobre o Amor divino” Livro II da Trilogia “Mensagens Douradas de Maria”, Mark L. Prophet e Elizabeth Clare Prophet, Rio de Janeiro, Nova Era, 2007 (Mensagens Douradas de Maria; v.2)

NOTA: “Esta página divulga os Ensinamentos dos Mestres Ascensos da Grande Fraternidade Branca, recebidos pelos Mensageiros Mark L. Prophet e Elizabeth Clare Prophet.”

22322_1431494030500953_3655194573393781649_n

“NOSSA SENHORA DE FÁTIMA”

ENSINAMENTOS SOBRE MÃE MARIA:

*

*

“NOSSA SENHORA DE FÁTIMA”

Em 1917, a Mãe Abençoada apareceu a três pastorinhos perto da cidade de Fátima, em Portugal. Naquela época, a Primeira Guerra Mundial assolava a Europa e os bolcheviques planejavam sua revolução na Rússia.

Santa Ametista, complemento divino do Arcanjo Zadkiel, mencionou a visita de Maria às campinas rochosas de Portugal:

“Uma das maravilhosas aparições que Maria fez em vossa época foi a de Fátima, quando um grande milagre foi realizado diante dos olhos de três sagradas crianças escolhidas pela lei cármica, que tiveram como recompensa testemunhar uma manifestação dessa Mãe Abençoada.

“Chamo vossa atenção para o fato de que as três santas crianças que receberam essa visão também fizeram parte da comunidade dos essênios, conheceram-na ainda num estado de imperfeição e eram os principais críticos daquela época. Eis, portanto, que lhes foi permitido vê-la em toda a glória, expressando e realizando a grande verdade de Deus, à qual ele se referiu quando disse: “Trarei teus inimigos aos teus pés para que possam saber o quanto te amei.”

Antes das visitas de Nossa Senhora, o Anjo da Paz apareceu três vezes às crianças – Lúcia dos Santos, com 9 anos, Jacinta e Francisco Marto, seus primos, com 6 e 8 anos, respectivamente. Era o verão de 1916.

Em sua primeira aparição, as crianças viram uma grande luz ofuscante que se movia pelo vale, indo de leste para oeste. À medida em que a luz foi chegando perto da caverna em que brincavam, perceberam a forma de um rapaz de 14 ou 15 anos de idade, “transparente como cristal quando o sol brilha através dele, e de grande beleza”.

Enquanto contemplavam seu semblante cheio de glória, ele falou: “Sou o Anjo da Paz. Rezem comigo.” Ele, então, se ajoelhou, tocando o solo com a testa e rezou: “Ó meu Deus, eu creio, adoro, espero e amo-Vos. Peço-Vos perdão por aqueles que não crêem, não adoram, não esperam e não Vos amam.” O anjo fez esta oração três vezes, com as crianças repetindo logo em seguida. Então, levantou-se e disse às crianças para rezarem desse modo, pois “os corações de Jesus e de Maria estão atentos à voz das súplicas de vocês”.

Em sua segunda visita às crianças, em cujos corações a hierarquia achou por bem focalizar a ação trina da chama da paz, o anjo identificou-se como o Anjo da Guarda de Portugal. Ele os incentivou, dizendo: “Orem! Orem muito! Os corações de Jesus e de Maria têm planos misericordiosos pra vocês. Ofereçam orações e sacrifícios constantes ao Altíssimo.” Lúcia, focalizando o amor do Espírito Santo, perguntou de que maneira eles poderiam fazer sacrifícios, e o anjo respondeu: “Com todas as forças, ofereçam um sacrifício como um ato de reparação pelos pecadores que O ofenderam, e de súplica pela conversão dos pecadores. Isso trará paz para o seu país. Eu sou o Anjo da Guarda de seu país, o Anjo de Portugal. Acima de tudo, aceitem e suportem com submissão o sofrimento que o Senhor lhes vai enviar.”

Na terceira e última aparição, em setembro ou outubro de 1916, o anjo desceu na luz cristalina, segurando um cálice com a hóstia do Senhor suspensa sobre ele. O cálice e a hóstia permaneceram no ar, enquanto ele se ajoelhou e se dirigiu à Divindade, dizendo:

“Ó Santíssima Trindade – Pai, Filho e Espírito Santo –, adoro-Vos profundamente e ofereço-Vos o Preciosíssimo Corpo, Sangue, Alma e Divindade de Jesus Cristo, presente em todos os sacrários da Terra, como reparação pelos ultrajes, sacrilégios e indiferenças com que Ele é ofendido. E, pelos méritos infinitos do seu Santíssimo Coração e do Coração Imaculado de Maria, peço-Vos a conversão dos pobres pecadores.”

Ele, então, serviu a Sagrada Eucaristia às crianças, dizendo: “Comam e bebam o Corpo e o Sangue de Jesus, horrivelmente profanado pelos homens ingratos. Façam a reparação dos seus crimes e consolem o seu Deus.”32 As crianças viram gotas de sangue pingando da hóstia, dentro do cálice. O anjo serviu a hóstia a Lúcia, e a Jacinta e a Francisco serviu o cálice (pois eles ainda não haviam feito a primeira comunhão); eles beberam um pouco cada um. Mais uma vez, o anjo se prostrou e recitou a oração três vezes, com as crianças acompanhando-o.

Como vemos, esse anjo fulgurante veio como mensageiro da Mãe Divina, para preparar a consciência das crianças para a visita dela, e também para testá-las e ver se estavam realmente preparadas para obedecer ao seu representante e rezar como ele as havia instruído a fazer. Se conseguissem ser aprovadas nessa iniciação da hierarquia, seria consideradas merecedoras de receber a Virgem Abençoada em pessoa.

Esse Anjo da Paz se revelou a nós como chefe da hoste de anjos conhecidos como a Legião da Paz. E pelo Guardião dos Pergaminhos soubemos que ele ajudou Jesus a amplificar a chama da paz durante o seu ministério na Galiléia. Ele foi também um dos anjos ministrantes que junto com Santa Ametista vigiou ao lado de Jesus, no Jardim do Getsêmani. Ele foi um dentre as hostes celestiais enviadas por Deus para amparar Jesus depois que ele rezou: “Pai, se queres, afasta de mim este cálice; todavia não se faça a minha vontade, mas a Tua.”

Embora o Pai, agindo em conformidade com sua própria Lei, não tenha “afastado o cálice”, ele enviou seus arcanjos e arqueias e, entre eles, esse Anjo da Paz, para fortalecer Jesus em sua resolução de realizar a vontade de Deus. A presença flamejante desses anjos foram eletrodos para magnetizar as chamas de paz e poder, cura e verdade, fé, esperança e realidade do próprio Corpo Causal de Jesus, ajudando-o, dessa forma, a expressar todo o momentum de sua própria luz, para suportar a traição, o julgamento e a crucificação que estavam diante dele.

As três aparições do Anjo da Paz às crianças serviu para estabelecer no coração, na mente, no corpo e na alma delas os aspectos da Santíssima Trindade. Na primeira aparição, o anjo lhe deu o comando: “Rezem comigo”, testando sua obediência, sua fé e seu amor à vontade de Deus. Ele as ensina a invocar a lei do perdão em prol daqueles cujos pecados se colocam entre eles e Deus.

Todas as manifestações de pecado, que representam a anulação das sagradas alianças da lei pelo individuo, geram um peso de densidade, ou peso cármico, dentro de sua aura ou campo de força. Quando alguém que possui fé invoca a chama da lei do perdão em prol daqueles cujo pecado tão de perto os rodeia,34 o Senhor Deus dos exércitos responde com o ato de misericórdia. Ele coloca de lado um pouco desse peso para que a humanidade, sendo afastada por algum tempo da vontade humana, possa conhecer a liberdade de lutar para vencer, na alegria da vontade de Deus.

O Anjo da Paz comunica às crianças o pedido de Jesus e de Maria, assegura-lhes que através da luz dos seus corações suas orações seriam atendidas, e se afasta, para que a fé e a obediência deles às suas ordens sejam testadas.

Neste exemplo de intercessão das hostes angélicas recebemos por autoridade divina o ensinamento do Senhor sobre vários aspectos da oração: (1) de que a oração é uma fonte necessária de comunicação entre o homem e Deus; (2) de que os devotos são chamados a rezar pelos ímpios; os justos, pelos injustos; (3) de que é direito de todos os que adoram, esperam e amam o Senhor pedir perdão para os que não o fazem, de que o ato de pedir perdão não só para si, mas para os outros, é função dos filhos de Deus; (4) de que a oração é mais eficiente quando repetida – especificamente, quando repetida três vezes –, e que a repetição da oração, quando feita com fé, esperança e caridade, não significa uma repetição vã; (5) de que o homem pode rezar a Deus e receber ajuda dos corações de seres celestiais, como Jesus e Maria.

(…)

AMADA MÃE MARIA

Nossa Senhora

Fonte: págs. 45-48, do livro “Mensagens de MARIA sobre o Amor divino” Livro II da Trilogia “Mensagens Douradas de Maria”, Mark L. Prophet e Elizabeth Clare Prophet, Rio de Janeiro, Nova Era, 2007 (Mensagens Douradas de Maria; v.2)

NOTA: “Esta página divulga os Ensinamentos dos Mestres Ascensos da Grande Fraternidade Branca, recebidos pelos Mensageiros Mark L. Prophet e Elizabeth Clare Prophet.”

NOSSA SENHORA FATIMA - PRIMEIRA APARIÇÃO

QUERIDA E AMADA NOSSA SENHORA DE FÁTIMA

“QUAL É A SENDA CORRETA?”

ENSINAMENTOS DOS MESTRES ASCENSOS DA GRANDE FRATERNIDADE BRANCA:

MAHA CHOHAN

QUERIDO E AMADO MAHA CHOHAN

“QUAL É A SENDA CORRETA?”

De todos os problemas dilacerantes encontrados pela humanidade neste planeta, o mais difícil para os buscadores espirituais é a questão: qual é a Senda correta e verdadeira? São muitos os cordeiros inocentes de Deus que não sabem que há armadilhas à sua espera nem pensam encontrar lobos vestidos de ovelhas a pregar nos púlpitos do mundo. Eles não contaram com esses espíritos incorrigíveis que geraram uma teologia luciférica, para impedir que as crianças de Deus encontrem a verdadeira Senda. Jesus disse: “EU SOU o Caminho”, mas os saduceus e os fariseus proclamaram bem alto outro caminho e, por meio da sua feitiçaria, exerceram um controle hipnótico sobre o povo. Hoje, praticam magia negra tão ostensivamente quanto o fizeram nas Eras de Trevas, prendem os fiéis a doutrinas e personalidades com as suas doutrinas satânicas de fogo do inferno e danação.

“Sábios são os discípulos que compreendem que existe pelo mundo afora um grande número de falsas doutrinas criadas pelos homens, cuja consciência, por meio da adoração da personalidade, foi contaminada com o lodo dos seus conceitos sensuais. Os que desejam saber a Verdade e, assim, serem livres, precisam compreender que muitas dessas personagens grosseiras se rodeiam com uma aura de santidade, de profundidade e paz, combinada com a mística da profecia velada. Assim, os que desejam a exclusividade de um culto da personalidade são muitas vezes sugados para o ‘círculo sagrado’ dos falsos profetas, eu conseguem se fingir de Deus, jogando com a credulidade das massas.

O Espírito Santo fala com uma grande simplicidade e franqueza; todavia as leis de Deus, tão óbvias e tão cheias de bom senso, tão aparentes na natureza e tão naturais ao coração do homem, são muitas vezes ignoradas por causa das complexidades idiotas dos sofismas intelectuais. Os que se elevam a posições proeminentes nas comunidades religiosas, não têm vergonha de fabricar uma quantidade de racionalizações que confundem as pessoas e, em alguns casos, as inspiram a desposas causas nobres quando, por um tempo, isso serve aos seus desígnios.

Nestes tempos em que os escolhidos podem realmente ser enganados, precisamos estimular entre a humanidade o desejo pela compreensão correta da senda espiritual. As iniciações abundam; e as circunstâncias das iniciações, por meio das quais a devoção da humanidade pela Verdade é posta à prova dia após dia, são proporcionadas muitas vezes pelos ofícios do Espírito Santo, coordenados pelo cargo do Cristo Cósmico. Depois de passadas essas iniciações, a percepção anímica do homem é levada aos braços de Deus e revitalizadas pela Sua abençoada consciência da Verdade que, realmente, liberta todos os homens.*

(…)

[* Quando o Espírito Santo preenche a alma gradualmente por meio do processo iniciático, todo ganho é permanente porque o homem teve de adquirir primeiro a mestria das leis e dos ciclos que governam o maior incremento de Luz que ele deseja magnetizar para o seu mundo. Por outro lado, quando o Espírito Santo desce sobre o suplicante em resposta a evocações fervorosas, é a fé do homem, em vez do seu conhecimento, que evoca a resposta da Divindade. As energias que ele recebe dessa forma diminuirão à medida em que ele mais uma vez tomar as vestes da vida mundana, pois não aprendeu a reter os fogos do Espírito no cálice da consciência ou a fazer da veste do SENHOR a própria veste. Dessas duas formas de “conseguir” o Espírito Santo, os Mestres Ascensos recomendam a primeira como o método mais seguro e mais certo.]

Fonte: págs. 173-174, do livro: “A Senda do Crescimento Pessoal” – Parte 2, coleção Sobe a Montanha Mais Alta, Mark e Elizabeth Clare Prophet, ( tradução Urbana Rutherford) editora Summit Lighthouse do Brasil, 2009 – (Coleção Sobe a Montanha Mais Alta)

NOTA: “Esta página divulga os Ensinamentos dos Mestres Ascensos da Grande Fraternidade Branca, recebidos pelos Mensageiros Mark L. Prophet e Elizabeth Clare Prophet.”

a senda do crescimento pessoal parte 2

Ensinamentos dos Mestres Ascensos

This WordPress.com site is the cat’s pajamas

Blog do Renato Nalini

Secretário da Educação do Estado de São Paulo, Imortal da Academia Paulista de Letras e Membro da Academia Brasileira da Educação.

The Daily Post

The Art and Craft of Blogging

The WordPress.com Blog

The latest news on WordPress.com and the WordPress community.